Homenagem Xutos' 1000 em vídeo

O projeto Xutos' 1000 chega ao fim com a publicação do vídeo de um mega coro de fãs, cantores e instrumentistas.

Fãs dos Xutos & Pontapés juntaram-se há um mês no Campo de Jogos do Pragal, em Almada para homenagear Zé Pedro e, com ele, os Xutos & Pontapés. É o projeto Xutos' 1000, que agora chega ao fim com a publicação do vídeo.

"Não sou o único", com letra de José Pedro, foi a música escolhida para a homenagem, mas não foi a única. Os fãs não arredaram pé sem cantar "Minha casinha", a segunda música do vídeo, divulgado esta quarta-feira à noite.

A iniciativa começou com uma ideia de Pedro Frazão, após a morte do guitarrista, em novembro, acabando por reunir 700 fãs do grupo de rock, entre cantores e instrumentistas, de todas as idades, alguns tendo mesmo vindo do estrangeiro.

Inspira-se numa ação semelhante realizada em 2015 por mil músicos, em Cesena, Itália, que interpretaram "Learn to fly" para convencer o grupo rock norte-americano Foo Fighters a tocar naquela localidade.

Três meses depois, o grupo começou a digressão europeia em Cesena.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Patrícia Viegas

Espanha e os fantasmas da Guerra Civil

Em 2011, fazendo a cobertura das legislativas que deram ao PP de Mariano Rajoy uma maioria absoluta histórica, notei que quando perguntava a algumas pessoas do PP o que achavam do PSOE, e vice-versa, elas respondiam, referindo-se aos outros, não como socialistas ou populares, não como de esquerda ou de direita, mas como los rojos e los franquistas. E o ressentimento com que o diziam mostrava que havia algo mais em causa do que as questões quentes da atualidade (a crise económica e financeira estava no seu auge e a explosão da bolha imobiliária teve um impacto considerável). Uma questão de gerações mais velhas, com os fantasmas da Guerra Civil espanhola ainda presente, pensei.