Encontrada a primeira gravação de David Bowie

O músico tinha 16 anos quando gravou uma "demo" com a sua banda. A gravação feita há 55 anos esteve perdida num cesto de pão na casa do baterista do grupo e agora vai ser leiloada.

Tinha apenas 16 anos e não se chamava ainda David Bowie mas David Jones. A sua ambição era ser saxofonista mas aceitou dar a voz numa gravação com a banda de que fazia parte, The Konrads, do tema I Never Dreamed. A demo, gravada num pequeno estúdio no sul de Londres, não abriu quaisquer portas aos The Konrads nem ninguém viu o potencial daquele jovem cantor. A primeira gravação de David Bowie como cantor ficou perdida na casa de David Hadfield, quer era o baterista e manager do grupo, e vai ser leiloada em setembro, em Inglaterra.

Hadfield contou ao The Guardian que a gravação esteve durante vários anos perdida num loft por cima da garage. Estava num cesto de pão que tinha pertencido ao seu avô, por entre fotografias, livros, contas antigas e cartas, e foi encontrada quando mudou de casa. E recordou como o agente dos The Konrads, Eric Easton (que também agenciava um outro "grupo obscuro" chamado Roliing Stones) lhes pediu para gravar uma demo para poderem apresentar o seu trabalho à editora musical Decca. Foi Easton que marcou a sessão no estúdio RG Jones, em Morden. "Tínhamos decidido fazer um par de instrumentais com guitarra e uma canção original. Escolhi I Never Dreamed porque era a melhor que tínhamos, as outras duas era um pouco fracas", lembrou Hadfield. A letra era escrita por outro dos elementos do grupo, Alan Dodds (que mais tarde se tornaria vigário). "Também decidi que David era a melhor pessoa para cantá-la porque fazia a melhor interpretação. Então esta foi a primeira gravação da voz de David Jones, há 55 anos."

A Decca não ficou impressionada com a gravação dos The Konrads e, pouco depois, David Jones acabaria por deixar a banda alegando diferenças artísticas. Só mais tarde mudaria o nome para David Bowie para não ser confundido com Davy Jones, dos The Monkees.

David Bowie morreu em janeiro de 2016, vítima de cancro. O leiloeiro Paul Fairweather, responsável pelo leilão de memorabilia musical que se vai realizar em setembro, diz que a gravação "é um objeto único e de grande interesse histórico" e poderá atingir o valor de 10 mil libras (mais de 11 mil euros).

Ler mais

Exclusivos