Cancelada estreia do filme em que liberais fazem uma caçada a pessoas conservadoras

Deveria estrear a 27 de setembro mas a distribuidora considera que este não é o momento certo para lançar um filme tão violento.

A Universal Pictures cancelou a estreia de The Hunt, um filme satírico no qual um grupo de liberais de classe alta perseguem conservadores, nos estados do Sul, e os matam, apenas por divertimento. O filme tinha estreia marcada para 27 de setembro mas, depois dos tiroteios da semana passada nos Estados Unidos, e de todas as críticas ao presidente americano, a distribuidora considera que é mais prudente esperar.

Os recentes massacres em El Paso e em Dayton provocaram mais de 30 anos e reabriram o debate sobre a necessidade de uma legislação mais rígida sobre posse de armas.

Na sequência desses acontecimentos, a Universal cancelou imediatamente a campanha publicitária ao filme e agora, depois de uma reflexão em conjunto com os produtores do filme, decidiu adiar a estreia.

Realizado por Craig Zobel, o filme é protagonizado por Hillary Swank, Betty Gilpin, Emma Roberts e Ethan Splee, entre outros. O trailer de The Hunt (A Caçada) foi divulgado no final de julho e dava para perceber como o filme será violento:

Na sexta-feira passada, Trump considerou que este filme é a prova de que "a Hollywood liberal é racista em alto grau e tem muita raiva e ódio". Num Tweet, e sem referir o nome do filme, o presidente acusava: "Eles gostam de se chamar elite mas eles não são elite. Na verdade, são geralmente as pessoas a que eles se opõem que são elite. O filme que vem aí tem como objetivo causar o caos. Eles criam a sua própria violência e depois acusam os outros. Eles são os verdadeiros racistas e são muito maus para o nosso país."

Em comunicado, a Universal afirmou: "Nós apoiamos os nossos realizadores e continuaremos a distribuir filmes em parceria com criadores visionários, como os que são responsáveis por este thriller satírico, mas entendemos que este não é o momento certo para lançar o filme".

A produtora independente Blumhouse é conhecida sobretudo por filmes de terror como Atividade Paranormal (2007) e A Purga (2013) mas recentemente também foi a responsável por BlacKkKlansman, o filme de Spike Lee (2019), e por Get Out/ Foge, de Jordan Peele (2017).

Exclusivos

Premium

Líderes europeus

As divisões da Europa 30 anos após o fim da Cortina de Ferro

Angela Merkel reuniu-se com Viktor Orbán, Emmanuel Macron com Vladimir Putin. Nos próximos dias, um e outro receberão Boris Johnson. E Matteo Salvini tenta assalto ao poder, enquanto alimenta a crise do navio da ONG Open Arms, com 107 migrantes a bordo, com a Espanha de Pedro Sánchez. No meio disto tudo prepara-se a cimeira do G7 em Biarritz. E assinala-se os 30 anos do princípio do fim da Cortina de Ferro.