Asia Argento nega abuso sexual a Jimmy Bennett

O chef de cozinha Anthony Bourdain, namorado da atriz já falecido, terá pago ao ator Jimmy Bennett para que o ator não viesse a público difamar Asia Argento

A atriz italiana Asia Argento negou esta terça-feira as acusações de abuso sexual a Jimmy Bennett, alegando que o seu antigo parceiro, o chef de cozinha Anthony Bourdain, falecido em junho deste ano, terá feito um pagamento ao ator para o ajudar a aliviar os seus "graves problemas económicos".

"Estou chocada e magoada por ter lido notícias absolutamente falsas. Eu nunca tive qualquer relação sexual com Bennett", disse Argento, em declarações ao jornal britânico The Guardian .

Argento alegou que ela e Jimmy Bennett eram "apenas amigos". Porém, o ator terá feito queixa depois das suas próprias alegações de agressão sexual contra o produtor Harvvey Weinstein.

"Após a minha exposição no caso Weinstein, Bennett, que estava a passar por graves problemas económicos e que anteriormente havia empreendido ações legais contra sua própria família a pedir uma indemnização de milhões, fez inesperadamente um pedido exorbitante de dinheiro da minha parte", afirmou.

As queixas foram publicadas no The New York Times na última segunda-feira e dizem respeito a um suposto incidente num hotel do sul da Califórnia, em 2013. A reportagem do jornal norte-americano dá conta do facto de Argento ter resolvido a intenção de Bennett, agora com 22 anos, a processar, com a entrega ao ator de 380 mil dólares em outubro do último ano.

"Bennett sabia que o meu namorado, Anthony Bourdain, era um homem rico e tinha a sua própria reputação como uma figura pública amada para proteger. Anthony insistiu que o assunto fosse tratado em particular, e isso também era o que Bennett queria. Anthony estava com medo da possível publicidade negativa que tal pessoa, que ele considerava perigosa, poderia ter trazido sobre nós. Decidimos lidar com compaixão a pedido de Bennett e oferecer-lhe ajuda. Pessoalmente, Anthony comprometeu-se a ajudar Bennett ao nível financeiro, com a condição de que não sofreríamos mais intrusões em nossa vida", disse Argento.

O incidente deverá ser investigado pelo departamento de xerife de Los Angeles, que irá falar com Jimmy Bennett ou os seus representantes.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Margarida Balseiro Lopes

Legalização do lobbying

No dia 7 de junho foi aprovada, na Assembleia da República, a legalização do lobbying. Esta regulamentação possibilitará a participação dos cidadãos e das empresas nos processos de formação das decisões públicas, algo fundamental num Estado de direito democrático. Além dos efeitos práticos que terá o controlo desta atividade, a aprovação desta lei traz uma mensagem muito importante para a sociedade: a de que também a classe política está empenhada em aumentar a transparência e em restaurar a confiança dos cidadãos no poder político.