Premium Apocalypse Now: obra-prima de Coppola celebra 40 anos

Foi no Festival de Cannes de 1979 que Apocalypse Now, a visão crítica da guerra do Vietname assinada por Francis Ford Coppola, teve a primeira apresentação pública - quatro décadas depois, permanece objecto de culto.

É bem possível que a notícia provoque um assomo de nostalgia: "Outros tempos..." Ou até mesmo um desencanto mais ou menos revoltoso: "O cinema nunca mais foi assim..." Uma coisa é certa: no dia 10 de maio de 1979 o mundo tomou conhecimento de um filme chamado Apocalypse Now - faz hoje 40 anos.

A primeira projeção pública do épico de Francis Ford Coppola sobre a guerra do Vietname ocorreu em França, na secção competitiva do 32º Festival de Cannes. A sua revelação na Côte d"Azur pode definir-se como um capítulo suplementar de uma odisseia artística assombrada por muitos dramas. Isto porque, depois de uma rodagem hiper-atribulada nas Filipinas - pontuada por um ataque cardíaco do ator Martin Sheen e uma tempestade que destruiu grande parte dos cenários -, o filme chegou a Cannes numa montagem provisória, apresentado mesmo sob a designação insólita de "work in progress".

Ler mais

Exclusivos

Premium

Betinho

Betinho: "NBA? Havia campos que tinham baldes para os jogadores vomitarem"

Nasceu em Cabo Verde (a 2 de maio de 1985), país que deixou aos 16 anos para jogar basquetebol no Barreirense. O talento levou-o até bem perto da NBA, mas foi em Espanha, Andorra e Itália que fez carreira antes de regressar ao Benfica para "festejar no fim". Internacional português desde os Sub-20, disse adeus à seleção há apenas uns meses, para se concentrar na carreira. Tem 34 anos e quer jogar mais três ou quatro ao mais alto nível.