Português entre os premiados da Operália

Luís Gomes ganhou o prémio na categoria Melhor Interpretação masculinada Zarzuela ex-aequo com Pavel Petrov. Cantor português venceu ainda o prémio do público.

Isaura Almeida
Luís Gomes recebeu dois prémios na final que se realizou este domingo à noite | foto Bruno Simão
Luís Gomes recebeu dois prémios na final que se realizou este domingo à noite | foto Bruno Simão
Luís Gomes recebeu dois prémios na final que se realizou este domingo à noite | foto Bruno Simão

Luís Gomes venceu o Prémio Zarzuela (ex-aequo com Pavel Petrov) e o Prémio do Público​​​​ da 26.ª edição do Operalia a decorrer no Teatro Nacional de São Carlos. O cantor português vai receber uma bolsa de 10 mil dólares () e Relógio oferecido pela Rolex por ter sido escolhido pelo público.

Emily D"Angelo e Pavel Petrov foram os vencedores do Primeiro Prémio do prestigiado concurso mundial de ópera fundado por Plácido Domingo, em 1993 e que decorreu pela primeira vez em Portugal.

Emily D"Angelo (meio-soprano) fez a sua estreia operática profissional em 2016 como Cherubino em Le nozze di Figaro no Festival dei Due Mondi de Spoleto. Vencedora em 2016 nas Audições do Metropolitan Opera National Council, é membro do Lindemann Young Artists Programme da Metropolitan Opera.

O tenor Pavel Petrov estreou-se no Festival de Salzburgo de 2018 no papel de Chaplitsky em Pique Dame. No ano passado estreou-se na Royal Opera House, Covent Garden, como Pong em Turandot, entre outros

A Grande Final contou com a participação de 14 das mais promissoras vozes do panorama atual do canto lírico, com finalistas vindos de Portugal, Canadá/Itália, Suíça/França, Rússia, China, Alemanha, Bielorrússia, África do Sul, Brasil, Colômbia e Estados Unidos da América.

O júri do concurso integra, sobretudo, diretores-gerais de teatros de ópera internacionais, entre os quais Patrick Dickie (diretor artístico do S. Carlos), Anthony Freud (da Ópera Lírica de Chicago), Joan Marabosch (do Teatro Real de Madrid) e a soprano Marta Domingo, mulher de Plácido Domingo.

Os cantores foram acompanhados pela Orquestra Sinfónica Portuguesa sob a direção musical de Plácido Domingo. Um espetáculo que contou com a presença do Presidente da República Marcelo Rebelo de Sousa.

O concurso tem servido de rampa de lançamento para muitos artistas de renome. A longa lista de vencedores do Operalia que singraram nos grandes palcos internacionais atesta o sucesso do concurso no que toca a descobrir, apoiar e lançar as novas estrelas do canto. Entre os vencedores do Operalia encontram-se nomes como Nina Stemme, Joyce DiDonato, Joseph Calleja, Ana María Martínez, Rolando Villazón, Arturo Chacón e, mais recentemente, Sonya Yoncheva.