"Bohemian Rhapsody" rendeu 45 milhões à mulher da vida de Freddie Mercury

Mary Austin é a principal herdeira do vocalista dos Queen.

O filme "Bohemian Rhapsody" foi uma prenda para os muitos admiradores da banda Queen e do seu vocalista, Freddie Mercury, mas estes não foram os únicos a ganhar com a biografia cinematográfica. Mary Austin, ex-noiva e amiga de Mercury, recebeu 45 milhões de euros por causa da película.

Mary Austin, de 67 anos, é a maior herdeira da fortuna do vocalista dos Queen. Freddie Mercury deixou-lhe em testamento 50% de todos os seus bens, que incluíam a mansão do músico em Kensington, Inglaterra, avaliada em cerca de 22,5 milhões de euros, e ainda os direitos de autor de toda a sua obra - motivo pelo qual recebeu dinheiro do filme.

"Bohemian Rhapsody" está nas salas de cinema desde 24 de outubro de 2018 e já rendeu mais de 600 milhões de euros nas bilheteiras do mundo inteiro. Por causa do filme, o primeiro single da banda de Freddie Mercury, Brian May, Roger Taylor e John Deacon "Bohemian Rhapsody" tornou-se a música mais ouvida do século XX nos serviços de streaming.

No início do ano, a biografia conquistou ainda os dois prémios mais importantes na cerimónia dos Globos de Ouro: melhor filme e Rami Malek, que interpreta Mercury, foi eleito o melhor ator.

Mary Austin, que no filme é interpretada pela atriz Lucy Boynton, e Freddie Mercury foram apresentados pelo guitarrista dos Queen, Brian May, em 1970, quando a banda estava ainda a dar os primeiros passos. Chegaram a estar noivos, mas separaram-se uns tempos mais tarde, porque o vocalista estaria com duvidas quanto à sua orientação sexual. No entanto, a amizade entre os dois nunca terminou.

Freddie Mercury morreu em 1991 e apenas Mary Austin conhece a localização das cinzas do cantor.

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG