Morreu o rapper Coolio, autor de Gangsta's Paradise. Tinha 59 anos

A canção mais famosa do rapper, "Gangsta's Paradise", integrou a banda sonora do filme "Dangerous Minds" e valeu-lhe um Grammy, em 1996, para Melhor Performance Rap Solo. Coolio morreu aos 59 anos.

DN/Lusa
Rapper norte-americano Coolio morreu aos 59 anos© EPA/GRZEGORZ MICHALOWSKI

O 'rapper' norte-americano Coolio, autor do êxito de 1995 "Gangsta's Paradise" e vencedor de um prémio Grammy, morreu na quarta-feira aos 59 anos, noticiou a revista Variety.

O rapper foi encontrado sem vida na casa de banho de um amigo, em Los Angeles, segundo disse um outro amigo, Jarez Posey, ao TMZ. Desconhecem-se as causas da morte, mas de acordo com esta publicação não terão sido encontrados indícios de droga no local.

Nascido Artis Leon Ivey Jr. na Pensilvânia, a 1 de agosto de 1963, Coolio mudou-se para a Califórnia, na costa oeste dos Estados Unidos, e juntou-se à banda de 'hip-hop' WC e The Maad Circle em 1991.

Lançou então a carreira a solo em 1994 com o álbum "It Takes a Thief".

A canção mais famosa, "Gangsta's Paradise", integrou a banda sonora do filme "Dangerous Minds" ("Mentes Perigosas"), de 1995, com a atriz norte-americana Michelle Pfeiffer.

Esta composição levou o 'rapper' a conquistar um prémio Grammy, em 1996, para Melhor Performance Rap Solo.

Coolio também atuou em filmes e séries televisivas como "Martin" (1995), "Sabrina, a Bruxa Adolescente" (1996), "Batman & Robin" (1997), "The Nanny" (1998), "Tyrone" (1999), "Midnight Mass" (1999), "Charmed" (2002), "Star-ving" (2009), "Futurama" (2001, 2010) e "Gravity Falls" (2012).