LeYa lança plataforma de "e-books" em Setembro

O Grupo LeYa vai lançar em Setembro uma plataforma de "e-books" (livros em formato digital), que integrará vários escritores lusófonos, revelou à Lusa fonte editorial.

O mercado digital é uma das apostas da 'rentreé' literária e será transversal a todas as editoras que constituem o grupo, disse a mesma fonte.

Os conteúdos literários em formato electrónico ('e-books') estarão disponíveis através da livraria digital mediabooks.pt.

A mesma fonte disse à Lusa que 'os bons resultados desta plataforma levam o grupo a fazer esta aposta'.

Títulos já publicados no formato tradicional de José Saramago, Mia Couto, José Eduardo Agualusa, António Lobo Antunes, serão os primeiros a ser incluídos.

'A escolha passa por grandes autores lusófonos', sublinhou a mesma fonte.

O grupo LeYa integra 13 editoras, entre elas Editorial Caminho, Publicações D. Quixote, e Oficina do Livro.

A LeYa foi criada no início de 2008 pelo empresário Miguel Paes do Amaral, sob o lema 'pôr a ler o português universal'.

Do grupo Leya fazem ainda parte as Edições ASA, Gailivro, Edições Nova Gaia, Texto Editores, Ndjira (Angola), Nzila (Moçambique), Caderno, Casa das Letras, Teorema, Estrela Polar e Sebenta.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG