Roupas com ar-condicionado viram moda no Japão

Casacos com ar-condicionado estão na berra e ajudam as pessoas a sobreviver a um verão quente.

Veja aqui o vídeo da notícia da AFP.

A empresa que criou estas roupas é a Kuchofuku Co. Ltd, literalmente "roupas ar-condicionadas", que viu as suas vendas aumentarem depois do desastre a 11 de Março.

De acordo com a AFP, devido à falta de energia para as pessoas ligarem os ar-condicionados, a empresa decidiu criar estas roupas. Nesta última semana, devido à onda de calor as vendas subiram ainda mais.

Dois ventiladores eléctricos são colocados nos casacos, tendo diferentes velocidades para o ar circular.

"Eu trabalho num lugar muito quente em que tenho de usar roupas de manga comprida, por isso comprei este produto por estar na moda e devido ao calor", disse Ryo Igarashi, um cliente da empresa.

Um casaco com ar-condicionado pode custar cerca de 100 euros, mas a empresa tem casacos ainda mais avançados. A empresa este ano vai ainda apostar em almofadas e outras roupas com ar-condicionado.

Ler mais

Premium

Rosália Amorim

"Sem emoção não há uma boa relação"

A frase calorosa é do primeiro-ministro António Costa, na visita oficial a Angola. Foi recebido com pompa e circunstância, por oito ministros e pelo governador do banco central e com honras de parada militar. Em África a simbologia desta grande receção foi marcante e é verdadeiramente importante. Angola demonstrou, para dentro e para fora, que Portugal continua a ser um parceiro importante. Ontem, o encontro previsto com João Lourenço foi igualmente simbólico e relevante para o futuro desta aliança estratégica.