Mais de metade dos smartphones Android vulneráveis a falha que os "mata"

Todos os dispositivos Android 4.3 podem facilmente ser atacados através da plataforma de media que os equipa.

O sistema operativo mais utilizado no mundo em 'smartphones', o Android, da Google, volta a estar de fogo por questões de segurança. O laboratório de segurança informática Trend Micro descobriu uma vulnerabilidade que permite com relativa facilidade tornar um destes aparelhos inoperacionais.

A falha, que ainda não tem nome, afeta a versão 4.3 do Android, que atualmente equipa 56,8% de todos os smartphones com este sistema.

Segundo a Trend Micro, basta correr no aparelho um ficheio MKV alterado, que quando tenta ser acedido pelo sistema multimedia do aparelho faz com que este fique instável ou deixe mesmo de funcionar. Para infetar um 'smartphone' com este ficheiro bastará embebê-lo numa aplicação ou num site.

Esta nova falha surge poucos dias depois de ser conhecida a vulnerabilidade Stagefright, que afeta nada menos do que 95% dos Androids, através da qual uma simples MMS (mensagem multimedia) maliciosa enviada para o telefone permite aos piratas acederem a informação privada que estiver no aparelho.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Patrícia Viegas

Espanha e os fantasmas da Guerra Civil

Em 2011, fazendo a cobertura das legislativas que deram ao PP de Mariano Rajoy uma maioria absoluta histórica, notei que quando perguntava a algumas pessoas do PP o que achavam do PSOE, e vice-versa, elas respondiam, referindo-se aos outros, não como socialistas ou populares, não como de esquerda ou de direita, mas como los rojos e los franquistas. E o ressentimento com que o diziam mostrava que havia algo mais em causa do que as questões quentes da atualidade (a crise económica e financeira estava no seu auge e a explosão da bolha imobiliária teve um impacto considerável). Uma questão de gerações mais velhas, com os fantasmas da Guerra Civil espanhola ainda presente, pensei.