Mais de metade dos smartphones Android vulneráveis a falha que os "mata"

Todos os dispositivos Android 4.3 podem facilmente ser atacados através da plataforma de media que os equipa.

O sistema operativo mais utilizado no mundo em 'smartphones', o Android, da Google, volta a estar de fogo por questões de segurança. O laboratório de segurança informática Trend Micro descobriu uma vulnerabilidade que permite com relativa facilidade tornar um destes aparelhos inoperacionais.

A falha, que ainda não tem nome, afeta a versão 4.3 do Android, que atualmente equipa 56,8% de todos os smartphones com este sistema.

Segundo a Trend Micro, basta correr no aparelho um ficheio MKV alterado, que quando tenta ser acedido pelo sistema multimedia do aparelho faz com que este fique instável ou deixe mesmo de funcionar. Para infetar um 'smartphone' com este ficheiro bastará embebê-lo numa aplicação ou num site.

Esta nova falha surge poucos dias depois de ser conhecida a vulnerabilidade Stagefright, que afeta nada menos do que 95% dos Androids, através da qual uma simples MMS (mensagem multimedia) maliciosa enviada para o telefone permite aos piratas acederem a informação privada que estiver no aparelho.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Nuno Artur Silva

Notícias da frente da guerra

Passaram cem anos do fim da Primeira Guerra Mundial. Foi a data do Armistício assinado entre os Aliados e o Império Alemão e do cessar-fogo na Frente Ocidental. As hostilidades continuaram ainda em outras regiões. Duas décadas depois, começava a Segunda Guerra Mundial, "um conflito militar global (...) Marcado por um número significativo de ataques contra civis, incluindo o Holocausto e a única vez em que armas nucleares foram utilizadas em combate, foi o conflito mais letal da história da humanidade, resultando entre 50 e mais de 70 milhões de mortes" (Wikipédia).