Cientistas criam fato que dá "sentido aranha"

Um estudante da Universidade de Illinois, em Chicago, EUA, desenvolveu um fato que dá ao comum dos mortais um dos poderes do Homem-Aranha.

A criação de Vitor Mateevitsi permite antecipar um acontecimento e saber quando algo ou alguém se aproxima.

O seu criador deu-lhe o nome de 'Spidersense' porque é composto por módulos de microfones, que recebem os sons refletidos pelo movimento dos objetos, e enviam estimulos que avisam o utilizador do fato da presença de um objeto. O fato funciona como uma espécie de sonar, detetando o movimento através de ondas ultrassónicas e localizando-o num tempo e num espaço.

Assim que se percebe a aproximação de algo, o mecanismo coloca pressão no corpo do sujeito alertando-o para a proximidade do objeto, copiando, desta forma, a reacção dos araquinideos a corpos estranhos.

Os sensores do 'Spidersense' têm um grau de fiabilidade de cerca de 95%, multiplicando os sentidos do utilizador, dotando-o de um incrível "sentido aranha".