17 milhões tentaram mas só 31 chegaram ao fim do jogo

Há dez anos surgia um pequeno site de enigmas que surpreendeu o próprio criador quando evoluiu até ser considerado o mais difícil na internet. São 140 níveis e só 31 pessoas chegaram ao fim.

Durante uma década mais de 17 milhões de pessoas iniciaram o jogo. A maioria desiste no segundo nível (o primeiro é apenas abrir uma porta), depois um grande grupo não vai além do terceiro, muito poucos chegam ou passam o nono e apenas 31 completaram os níveis. Para ir evoluindo nos enigmas é necessário conhecimentos em áreas como a linguagem HTML, programação, som, gráficos...

"A principal ideia era fazer um jogo completamente diferente dos outros", explicou o criador de 'Notpron', David Münnich, ao site 'Fast Company'. "Se não se souber nada sobre o funcionamento do computador, estará completamente perdido", salientou o alemão de 32 anos.

Münnich recordou que inspirou-se num site de enigmas que se chamava 'This is not porn' (isto não é pornografia). De imediato começou a criar enigmas, colocou-os online e reparou que estava rapidamente a atrair pessoas. O nome surgiu precisamente por causa do outro site. Criou uma pasta chamada 'notpron', ou seja escreveu propositadamente mal pornografia. Quando percebeu que o seu site estava a ter sucesso, acabou por manter o nome.

Contou que começou a ver enigmas em tudo o que via, até os chocolates o inspiraram. Mas também recebeu sugestões de muitos jogadores. Referiu que recusou a maioria, mas algumas acabou por colocar no jogo.

O criador de 'Notpron' acredita que as 31 pessoas que chegaram ao fim não o tenham feito sozinhas. "Penso que ninguém termina sozinho porque é necessário ter tantas capacidades diferentes, que é quase impossível para uma pessoa só", realçou.

Caso queira tentar, carregue aqui.

Ler mais