IBM cria 'chip' que aumenta velocidade da Internet

A IBM anunciou a criação de um chip que permite a transmissão de informação a uma maior velocidade, através de impulsos de luz.

A gigante americana da tecnologia desenvolveu, durante dez anos, um chip que acelera a transmissão de informação através da nova teconologia "nanofotónica de silicio".

Esta tecnologia permite aproveitar os impulsos de luz (em vez de sinais elétricos) para o processamento de informação, "proporcionando uma autoestrada de enormes volumes de dados", declarou a empresa, citada pela edição online do jornal ABC.

John E. Kelly, vice-presidente da IBM, afirmou que "este avanço tecnológico é o resultado de mais de uma década de investigação pioneira". Adicionando que a empresa já está disponível para desenvolver aplicações comerciais.

Além disso, o uso de impulsos de luz traz duas vantagens. Primeiro, os dados podem ser enviados a distâncias maiores, sem o risco de perder informação. E segundo, a luz permite transferir maior quantidade de dados, a uma maior valocidade.

O novo chip da IBM pode gerar uma nova classe de equipamentos de rede óptica com maior rendimento. E está programado que a empresa apresente mais detalhes esta semana, no Encontro Internacional de Aparelhos Eletrónicos, em São Francisco.

Exclusivos