Google assume que analisa todos os e-mails

O gigante da Internet Google alterou os seus termos de utilização de forma a clarificar que utilização faz dos e-mails que atravessam os seus servidores: todas as mensagens que passam pelo Gmail são lidas eletronicamente para fins publicitários.

A alteração dos termos de serviço, lançada na segunda-feira, surge em resposta às críticas (que nos EUA já deram processos judiciais) de que a Google não é suficientemente clara na utilização que faz das informações constantes nos e-mails que passam pelo serviço Gmail.

A empresa assumiu finalmente que todos os mails que entram e saem de uma caixa de correio Gmail é automaticamente analisado por software, com vista a originar anúncios "personalizados" para os utilizadores.

"Esta análise acontece quando o conteúdo é enviado, recebido e quando é armazenado", lê-se nos novos termos de serviço.

O porta-voz da companhia Matt Kallman assumiu que a alteração surgiu em resposta às críticas que muitos utilizadores têm feito à Google: "Damos assim maior transparência e baseamo-nos no feedback que temos recebido nos últimos meses".

Esta análise do conteúdo dos e-mails afeta tanto utilizadores do Gmail como aqueles que não têm aqui conta, mas enviam mensagens para pessoas que utilizam este serviço.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG