'Curiosity' perfurou pela primeira vez solo de Marte

O Curiosity, sonda da NASA que pretende descobrir se poderá existir vida em Marte, usou pela primeira vez o seu sistema de perfuração. A ferramenta martelou no solo do planeta vermelho, numa laje lisa de rocha e no local conhecido por ter sido a sua primeira casa marciana, a cratera Gale.

Apesar de alguns robôs anteriores terem conseguido limpar a superfície das rochas, o Curiosity é o primeiro a ter capacidade de perfurá-las. De acordo com a BBC, os engenheiros da NASA primaram por uma abordagem "passo-a-passo" do processo, verificando a todo o tempo que tanto a broca como a rocha estão a "comportar-se" como esperado.

"Tudo está a correr bem até agora e estamos a fazer ótimos progressos nos primeiros passos", disse um dos cientistas responsáveis pela sonda, o professor John Grotzinger. "A rocha parece macia, o que é encorajador", acrescentou ainda o cientista, em declarações à BBC News.

A missão da sonda é tentar determinar se a cratera de Gale já teve, no passado, um ambiente capaz de suportar vida bacteriana. Os detalhes da composição de rochas são críticos para a investigação já que os depósitos da cratera podem conter um registo geoquímico das condições sobre os quais se formaram.

A BBC têm ainda disponível um slideshow interativo onde é possível "explorar o Planeta Vermelho com o robôt da NASA".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG