Bill Gates diz que CTRL+ALT+DEL foi um erro

O co-fundador da Microsoft e homem mais rico do mundo, Bill Gates, admitiu que forçar os utilizadores a pressionarem Control+Alt+Delete para entrarem no seu PC foi um erro. Gates disse-o numa entrevista em Harvard, perante uma enorme audiência.

Gates falou dos primeiros tempos na Microsoft e da decisão que tomaram de impor a combinação Ctrl+Alt+Del - presente em versões mais antigas do software Windows e das versões nas redes empresariais. Segundo o ex-CEO, a combinação foi desenhada para evitar que outras aplicações falsificassem o esquema de login e roubassem as palavras-passe.

"Podíamos ter tido um único botão, mas a pessoa que fez o design do teclado da IBM não nos queria dar apenas um botão, e por isso... tivemos que... eh... foi um erro", admitiu Gates. A audiência reagiu com gargalhadas. (Veja no minuto 16:37).

Exclusivos

Premium

Espanha

Bolas de aço, berlindes, fisgas e ácido. Jovens lançaram o caos na Catalunha

Eram jovens, alguns quase adultos, outros mais adolescentes, deixaram a Catalunha em estado de sítio. Segundo a polícia, atuaram organizadamente e estavam bem treinados. José Manuel Anes, especialista português em segurança e criminalidade, acredita que pertenciam aos grupos anarquistas que têm como causa "a destruição e o caos" e não a luta independentista.