Amazon apresenta novos Kindle e ataca a Apple nos EUA

O gigante norte-americano Amazon apresentou hoje, quinta-feira, dois novos tablets Kindle Fire e um novo leitor de livros eletrónicos, este pela primeira vez com um ecrã iluminado, num claro ataque ao iPad da Apple.

Num evento para a imprensa em Santa Monica, EUA, o fundador da Amazon, Jeff Bezos, mostrou os novos aparelhos afirmando que a sua empresa "adora ser pioneira".

Os novos Kindle Fire vêm em dois formatos, um com ecrã de 7 polegadas (o mesmo tamanho do muito falado, mas até agora não confirmado, iPad Nano -- que deverá ser apresentado pela Apple no dia 12 deste mês) e outro com 8,9 polegadas, designado Fire HD.

A empresa não confirmou, no entanto, se algum destes aparelhos estará disponível fora dos EUA -- o primeiro Kindle Fire, lançado em novembro de 2011, não se vende internacionalmente.

À Europa deverá chegar, no entanto, o Kindle Paperwhite, nova versão do bem sucedido leitor de livros eletrónicos da Amazon, que substitui o Kindle Touch. O aparelho utiliza tecnologia e-ink, que simula o aspecto de papel impresso, e vai pela primeira vez incluir ecrã iluminado, permitindo assim ler à noite sem utilização de uma fonte de luz externa.

Os preços anunciados para os Estados Unidos são: 299 dólares (236 euros) para o Fire HD; 159 dólares (126 euros) para o Fire; 119 dólares (94 euros) ou 179 dólares (141 euros) para o Kindle Paperwhite -- versão sem/com ligação 3G.

A versão base do Kinde ficou agora mais barata, com preço de 69 dólares (55 euros).

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG