Sonda russa para lua de Marte deu sinal de vida

Estação terrestre da agência espacial europeia (ESA) na Austrália captou frequência da Phobos-Grunt

A esperança renasceu para a sonda russa Phobos-Grunt - e para sua missão à lua Phobos, de Marte - quando a estação da ESA de Perth, na Austrália, conseguiu captar os seus primeiros sinais desde que foi lançada, há mais de duas semanas.A sonda "perdeu-se" algures na órbita da Terra imediatamente após o lançamento e nenhuma das tentativas feitas desde então pelos controladores russos para a contactar deram resultado. Sem isso, a sonda não poderá receber os comandos necessários para iniciar a sua longa viagem.

Leia mais pormenores no e-paper do DN

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG