Sonda "Phobos-Grunt" está perdida

A trajectória da órbita da sonda interplanetária «Phobos-Grunt» muda de forma imprevisível e não há possibilidade de controlar os motores, anunciou hoje a agência noticiosa russa Interfax, citando fonte da indústria espacial.

"Não chega informação telemétrica da estação interplanetária 'Phobos-Grunt'. As tentativas de ligar a bordo os motores para a dirigir para a órbita de Marte não deram resultado. Desse modo, não há hipóteses de salvar a sonda", declarou a mesma fonte.

"A situação é de descontrolo. Por outras palavras, a sonda está perdida", sublinhou.

A sonda foi lançada na passada semana, mas não conseguiu deixar a órbita terrestre e rumar à lua de Marte, Phobos.

A agência espacial russa Roskosmos reconheceu que em Janeiro o aparelho pode entrar na atmosfera terrestre e desintegrar-se.

A «Phobos-Grunt», cuja missão devia prolongar-se por três anos, tinha previsto pousar na lua marciana e efectuar análises e colher amostras que um módulo devia, em seguida, trazer para a Terra em 2014, marcando o primeiro voo de ida e volta ao sistema marciano.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG