Sistema de navegação Galileo funciona pela 1.ª vez

O sistema europeu de navegação por satélite, conhecido como Galileo, alcançou nesta terça-feira "uma etapa fundamental": determinou, pela primeira vez, uma posição no solo terrestre, anunciou a Agência Espacial Europeia (ESA).

"Este marco confirma que o sistema de posicionamento Galileo funciona de acordo com o previsto", disse a ESA.

São necessários pelo menos quatro satélites para determinar uma posição em três dimensões. Pela primeira vez, uma posição no solo foi determinada utilizando os quatro satélites do Galileo atualmente em órbita e das instalações terrestres associadas a eles.

Os dois primeiros satélites Galileo, apelidados de "validação em órbita", foram lançados em outubro de 2011, seguidos por outros dois, um ano mais tarde.

"Do ponto de vista histórico, esta é a primeira vez que a Europa pode determinar uma posição no solo a utilizar de maneira autónoma o seu próprio sistema de navegação", disse Javier Benedicto, líder do projeto Galileo na ESA.

De acordo com o projeto, o Galileu terá 30 satélites no total e deve ser capaz de competir em precisão com o sistema americano GPS.

Os serviços iniciais de Galileu devem começar no final de 2014 e o sistema deverá estar totalmente em operação em 2018.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG