Vacina e quimio travam cancro do pulmão

Avanço da progressão do tumor poderá ser travado através da combinação da vacina com tratamentos de quimioterapia.

Os primeiros testes de uma nova vacina para combater o cancro do pulmão apresentam resultados promissores. Segundo os investigadores que conduzem o ensaio, a vacina, administrada na fase de quimioterapia, estimula o sistema imunitário para atacar o tipo de cancro do pulmão mais comum.

Recorde-se que, só em Portugal, segundo dados de 2008, morrem anualmente 3500 pessoas com cancro do pulmão. Além disso, 3600 novos casos são detectados todos os anos.

Leia mais no e-paper do DN.

Exclusivos

Premium

história

A América foi fundada também por angolanos

Faz hoje, 25 de agosto, exatos 400 anos que desembarcaram na América os primeiros negros. Eram angolanos os primeiros 20 africanos a chegar à América - a Jamestown, colónia inglesa acabada se ser fundada no que viria a ser o estado da Virgínia. O jornal The New York Times tem vindo a publicar uma série de peças jornalísticas, inseridas no Project 1619, dedicadas ao legado da escravatura nos Estados Unidos. Os 20 angolanos de Jamestown vinham num navio negreiro espanhol, a caminho das minas de prata do México; o barco foi apresado por piratas ingleses e levados para a nova Jamestown. O destino dos angolanos acabou por ser igual ao de muitos colonos ingleses: primeiro obrigados a trabalhar como contratados e, ao fim de alguns anos, livres e, por vezes, donos de plantações. Passados sete anos, em 1626, chegaram os primeiros 11 negros a Nova Iorque (então, Nova Amesterdão) - também eram angolanos. O Jornal de Angola publicou ontem um longo dossiê sobre estes acontecimentos que, a partir de uma das maiores tragédias da História moderna, a escravatura, acabaram por juntar o destino de dois países, Angola e Estados Unidos, de dois continentes distantes.