Cigarro ao acordar duplica hipóteses de ter um cancro

A Sociedade Americana do Cancro revelou que fumar um cigarro nos primeiros trinta minutos após acordar é o que faz pior à saúde. Cabeça e pescoço são mais vulneráveis.

Se é daqueles que acorda de manhã e a primeira coisa que faz é vasculhar o quarto em busca do isqueiro e do cigarro, é melhor ter cuidado e começar a mudar de hábitos. Pelo menos, é o que diz um grupo de investigadores da Sociedade Americana do Cancro, que passaram os últimos anos a observar cerca de cinco mil fumadores e três mil não fumadores. Os resultados não dão muita margem de manobra: o cigarro fumado nos primeiros trinta minutos após acordar vai dar-lhe o dobro das hipóteses de desenvolver um cancro da cabeça, do pescoço ou dos pulmões, indica o estudo revelado ontem.

Leia mais no e-paper do DN.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG