Cheiros para dormir melhor... ou pior

Os aromas que inalamos durante o sono podem influenciar os sonhos e até mesmo a qualidade do repouso. Uma novidade, ainda sem total comprovação, avançada por um estudo recente realizado na Alemanha sugere que borrifar as almofadas com essências de flores aumenta a possibilidade de ter bons sonhos.


Para chegarem a esta conclusão, os investigadores trabalharam com um grupo de voluntários pedindo-lhes que dormissem com almofadas que previamente foram borrifadas, umas com odores bons, como perfume de rosas, e outras com maus, como cheiro a ovos podres. Deixaram os voluntários dormir um pouco até entrar na fase REM do sono, estádio em que ocorrem os sonhos, e a seguir foram acordados e convidados a relatar o que tinham sonhado. Nos relatos, nenhum dos voluntários foi capaz de se recordar de qualquer odor, no entanto, a equipa de cientistas conseguiu diferenciar que quando exposto a um odor negativo a emoção vivida durante o sonho era negativa e o  estímulo do odor agradável era associado a emoções positivas.


A mesma equipa de investigadores quer agora realizar os testes com pessoas que sofrem de pesadelos constantes para perceber se o impacto dos odores é igual. Até porque acredita que esta pesquisa poderá abrir caminho a outro tipo de terapias para tratar pessoas que sofrem de distúrbios de sono e perceber se além de outros factores externos, já pesquisados, como o som, a pressão e a vibração, os odores também têm influência na qualidade do sono.