Cão abraça criança afetada por síndroma de Down

Estas são imagens extraordinárias de carinho e delicadeza de uma labrador retriever que consegue levar uma criança afetada pelo síndroma de Down a brincar e a abraçá-lo. O que confirma, uma vez mais, porque esta raça é considerada a mais adequada para terapia e interação com crianças e pessoas com deficiências e perturbações do foro emocional e psicológico.

As imagens foram realizadas pela mãe do pequeno Hernán, cuja família reside em Buenos Aires, e mostra como Himalaia, uma cadela labrador retriever não desiste de chamar a atenção da criança argentina até esta começar a brincar com ela.

Himalaia mostra uma paciência e uma persistência extraordinárias, até que, finalmente, Hernán acaba por interagir com ela, e ambos se abraçam.

Estas são imagens que dizem tudo sobre o afeto e a possibilidade de comunicação entre pessoas e animais, e sobre o valor terapêutico destes.

O texto, em inglês, que acompanha o vídeo, merece ser lido.

(Notícia corrigida às 16:36 na designação da raça do cão, de facto um labrador retriever e não golden retriever, como foi referido no texto original)

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG