Satélites do sistema Galileo fora da órbita planeada

Dois satélites do sistema europeu de navegação Galileo, rival do GPS norte-americano, lançados na sexta-feira da Guiana Francesa, não atingiram a órbita planeada, segundo a empresa Arianespace.

A empresa avançou estarem investigações em curso sobre a razão dos satélites terem sido colocados "numa órbita mais baixa do que o previsto", de acordo com uma notícia da agência noticiosa AFP.

A empresa escusou-se, por agora, a comentar a possibilidade de corrigir a trajetória dos dois satélites.

Os dois novos satélites deveriam estar operacionais no outono, depois dos primeiros testes no espaço. Os dois novos satélites Galileo devem juntar-se a outros quatro já lançados para validar o sistema de navegação desejada pela Comissão Europeia.