Rinoceronte de Sumatra nasce em cativeiro

Um rinoceronte de Sumatra nasceu hoje na Indonésia, tratando-se do quarto nascimento em cativeiro da espécie, em perigo de extinção, em mais de 100 anos.

"Ratu deu à luz um bebé macho (...). Tanto a mãe como a cria estão muito bem", indicou à agência francesa AFP Widodo Ramono, que trabalha no local onde o rinoceronte nasceu, no sul da ilha de Sumatra.

Os últimos três nascimentos em cativeiro de rinocerontes de Sumatra aconteceram num zoo em Ohio, nos Estados Unidos. O pai da cria recém-nascida, Andalas, foi, aliás, o primeiro rinoceronte de Sumatra a nascer em cativeiro em 112 anos.

Andalas, que nasceu em setembro de 2001, foi levado para a Indonésia para acasalar com Ratu, uma fêmea que cresceu no ambiente natural, mas que foi retirada da floresta e que vive no refúgio de rinocerontes de Sumatra no Way Kambas National Park.

A população de rinocerontes de Sumatra sofreu uma quebra de 50 por cento nos últimos 20 anos, sobretudo devido à caça furtiva e à perda do 'habitat' tropical.

Estima-se que existiam cerca de 200 espécies vivas, com a maioria a residir em zonas isoladas no sudeste da Ásia.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG