Prever a infidelidade dos homens através do rosto

Depois de recrutar e fotografar um total de 200 voluntários, um grupo de investigadores australianos, da Universidade de Western Austrália, demonstrou que, através do estudo do rosto, é possível calcular se um homem será fiel, ou infiel.

A pesquisa mostra que as mulheres conseguem julgar o carácter e fidelidade de um homem através de pequenos pormenores do seu rosto. Maxilar de forma angular, queixo quadrado e sobrancelha proeminente são, segundo os resultados da pesquisa, características típicas de homens propensos a trair, diz o site do jornal britânico 'The Daily Mail'.

Já o contrário não será verdade. O mesmo estudo concluiu que os representantes do sexo masculino não têm grande capacidade para ler os rostos femininos.

Além das fotografias tiradas foram também elaborados questionários de modo a saber se os participantes já tinham tido traído durante uma relação, até que ponto se consideravam atraentes e se, enquanto solteiros, se envolveram com alguém comprometido. Segundo os investigadores, estes dados são importantes para calcular se existe "um baixo nível de comprometimento com os valores monogâmicos", afirmaram.

Foram apresentadas um total de 68 fotografias de estranhos, mostrando cabeça e ombros, e foi pedido a um grupo de pessoas, homens e mulheres, que avaliassem a probabilidade que os fotografados tinham de ser infiéis. Em geral as mulheres demonstraram tendência a escolher homens cujos rostos demonstravam confiança, dispensando aqueles que achavam ser mais propensos a trair. Neste sentido, os investigadores acham que houve uma associação entre a masculinidade e a infidelidade. Por outro lado, os homens escolheram, na sua grande maioria, mulheres que já tinham um historial de traição.

De acordo com o coautor do estudo, o professor Leight Simmons, as mulheres dão-se melhor nos testes porque têm mais a perder se perderem os companheiros e forem deixadas com um filho nos braços. Quando as mulheres optam por homens de aparência atraente estima-se que seja por associarem o seu bom visual a um sinal de bons genes e, consequentemente, a uma maior probabilidade de ter filhos saudáveis.

Homens com traços fortes podem alarmar as mulheres para uma possível traição. Os atores Colin Farrell e Gerard Butler, por exemplo, encaixam-se no perfil dos desejáveis mas pouco merecedores de confiança. Butler, ator escocês, tem obtido a preferência feminina de atrizes como Jennifer Aniston, Cameron Diaz e a modelo Naomi Campbell. Farrell, por outro lado, tem dois filhos de mães diferentes e tem sido associado ao gosto de mulheres como Demi Moore e Britney Spears, como lembra o 'The Daily Mail'.

Nas suas conclusões os investigadores resumiram que "as impressões da infidelidade sexual a partir dos rostos têm um fundo de verdade, pelo menos para as mulheres, e podem ajudar as pessoas a avaliar a qualidade de possíveis companheiros a partir de informações comportamentais mínimas", cita ainda o jornal britânico.

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG