Portugueses descobrem que sistema solar é a regra

Investigadores do Centro de Astrofísica da Universidade do Porto (CAUP) verificaram que os exoplanetas também orbitam as suas estrelas num mesmo plano

O sistema solar, com os planetas orbitando todos no mesmo plano em torno da sua estrela, é a norma e não a exceção na Via Láctea. Isto significa que os planetas que orbitam as outras estrelas na galáxia também se organizam na mesma estrutura espacial do sistema solar. A descoberta foi feita por um grupo de investigadores portugueses do Centro de Astrofísica da Universidade do Porto (CAUP), em colaboração com o Observatório Astronómico de Genebra.

Este arranjo dos planetas num mesmo plano era uma suspeita e estudos anteriores indicavam que isso podia ser assim, mas não havia certezas, nem dados concretos. A equipa do CAUP conseguiu agora determinar essa realidade, chegando ao detalhe da diferença máxima de um grau entre os planetas na amostra estudada.

"Esta descoberta é importante porque nos mostra que os outros sistemas solares também devem formar-se como o nosso se formou", afirmou ao DN Pedro Figueira, do CAUP, e investigador principal do projeto que permitiu fazer a descoberta.

Para chegar aqui, a equipa liderada pelo CAUP analisou uma amostra de 800 estrelas estudadas com o HARPS, um espetrógrafo de alta precisão instalado no telescópio de La Silla, do European Southern Observatory, no Chile, e determinou a frequência de estrelas com mais de um exoplaneta descobertos pelo método do trânsito. Este método permite detectar exoplanetas através do efeito na luz da estrela causado pela passagem dos planetas na sua frente.

Graças a uma simulação, a equipa obteve os planos desses planetas, e a comparação desses resultados com uma amostra de 150 mil estrelas estudadas pelo observatório espacial Kepler, permitiu chegar a esta conclusão. A descoberta foi aceite para publicação na Astronomy&Astrophysics e já está on line no site daquela publicação científica.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG