Portugueses criam terapeuta virtual da fala

Grupo interdisciplinar do INESC-ID e da Universidade de Lisboa desenvolveu ferramenta on line para apoiar pessoas com perturbações da linguagem

No ecrã do computador, Catarina pisca os olhos e aguarda. Junto da sua imagem, vê-se a fotografia de um objeto - pode ser uma bolacha, um alicate, uma barra de chocolate, ou outra coisa qualquer, depende do exercício - e o utilizador tem de dizer o nome correto em voz alta. Se acertar, ela sorri, confirma a resposta e passa a um novo exercício. Outra foto, outro objeto; ou um vídeo, para descrever a ação, ou ainda um provérbio que é preciso completar. Passa tudo pela palavra, ou pela linguagem falada, e parece muito simples, mas o VITHEA, de Virtual Therapist for Afasia Treatment, só existe porque durante três anos dois grupos de investigação do INESC-ID e da Universidade de Lisboa se dedicaram ao seu desenvolvimento.

Agora a equipa já tem um protótipo, que está on line e a funcionar e que, na avaliação de 30 terapeutas da fala, "numa escala de zero a cinco, teve a nota muito boa de 4,65", diz satisfeito Alberto Abad, investigador do laboratório de linguagem L2F, do INESC-ID, e o coordenador do projeto.

Leia mais pormenores no e-paper do DN

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG