Pensamento dos peixes visualizado

(COM VÍDEO) Cientistas conseguiram pela primeira vez visualizar a atividade cerebral de um peixe vivo.

Investigadores japoneses do Instituto Nacional de Genética da Universidade de Saitama conseguiram captar, em tempo real a atividade do cérebro do peixe-zebra, no seu ambiente natural.

A experiência foi gravada e divulgada na Internet:

(Vídeo disponibilizado no site do ABC)

Os cientistas Junichi Nakai e Koichi Kawakami esperam que a experiência bara a porta ao desenvolvimento de medicamentos e tratamento de doenças psíquicas.

O vídeo mostra o momento em que um peixe deteta na água um paramécio, protozoário do ramo dos ciliados comum nas águas doces estagnadas, que queria comer. Os cientistas conseguiram relacionar as mudanças que aconteceram na atividade cerebral do peixe para proceder à captura do paramécio.

Foram também localizados os circuitos cerebrais envolvidos em vários comportamentos complexos, desde a percepção ao desejo de tomar uma decisão.

"O mais importante de nossa investigação é que fizemos o invisível visível", diz Kawakami, na última edição da revista "Current Biology".

Registar as imagens, os investigadores tiveram de desenvolver uma fluorescência muito sensível para observar a atividade neuronal.

Segundo a diário espanhol ABC, o cientista Kawakami afirmou: "No futuro, esta técnica vai permitir-nos interpretar o comportamento animal, de aprendizagem e memória, o medo, a raiva ou a sensação de bem-estar em termos de atividade de diferentes neurónios".

Ao conseguir monitorizar a actividade neuronal do cérebro do peixe-zebra, também será possível assistir ao vivo como funcionam as drogas que são capazes de alterar a atividade neuronal do cérebro: "Esta técnica tem potencial para reduzir o longo processo que o desenvolvimento de tratamentos psiquiátricos requer neste momento".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG