Obama garante que vai combater as alterações climáticas

O Presidente de EUA, Barack Obama, renovou segunda-feira o seu compromisso com a luta contra as alterações climáticas, ao divulgar um relatório e advertir os republicanos de que não vão impedir as suas iniciativas legislativas no assunto.

O Governo de Obama "acendeu todos os motores" para combater as alterações climáticas e em especial avançar para o objetivo de reduzir em 17% as emissões de gases com efeito de estufa até 2020, em relação aos níveis de 2005, garantiu John Podesta, um dos principais assessores de Obama.

Para o demonstrar a Casa vai apresentar hoje o seu relatório Avaliação Nacional do Clima, que pretende representar "a fonte de informação científica mais fiável e exaustiva alguma vez produzida sobre como as alterações climáticas vai afetar todas as regiões dos EUA e setores chave da economia nacional" [dos EUA], explicou Podesta.

Centenas de cientistas de todo o país, dos sectores público e privado, trabalharam durante os últimos quatro anos para produzir o relatório, que vai servir de base para a elaboração dos planos de contingência para as alterações climáticas, acrescentou Podesta, durante uma conferência de imprensa na Casa Branca.

Para além da apresentação do relatório, a Casa Branca vai inaugurar na quarta-feira uma cimeira de três dias para promover o aumento da eficiência energética dos edifícios do país em 20% até 2020, além de o próprio Obama ir discursar sobre energia e alterações climáticas na sexta-feira, durante uma visita a San José, no Estado da Califórnia.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG