Mistério da origem dos raios cósmicos foi esclarecido

Os raios cósmicos, partículas de elevada energia que bombardeiam a Terra continuamente, têm origem na explosão de estrelas em fim da vida, as supernovas, tendo esta descoberta sido demonstrada por investigadores que resolveram um dos grandes mistérios da astrofísica.

Os protões constituem cerca de 90% dos raios cósmicos que atingem a atmosfera da Terra e foram descobertos há um século pelo físico austríaco Victor Franz Hess.

Os raios cósmicos provocam uma chuva constante de partículas que geram radiações que afetam os passageiros dos aviões e, sobretudo, os astronautas.

Esta descoberta foi apresentada na conferência anual da Sociedade Americana para o Avanço da Ciência, numa reunião em Boston entre quinta-feira e segunda-feira.

"Pela primeira vez, foi possível detetar a fonte de aceleração dos protões" e demonstrar que os raios foram acelerados pelas ondas de choque produzidas pela explosão de supernovas, explicou um dos astrofísicos responsáveis numa conferência de imprensa.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG