Software malicioso espia utilizadores mesmo com telemóvel "desligado"

O conselho da AVG: para se certificar que o telemóvel está mesmo desligado, tire a bateria.

A empresa de segurança informática AVG descobriu um tipo de malware (programas maliciosos) capaz "sequestrar" telemóveis Android quando estes são desligados, mantendo os aparelhos a funcionar às escondidas e fora do controlo dos utilizadores.

O malware sequestra o telemóvel durante o encerramento, explica a AVG, interrompendo o processo, ao mesmo tempo que o simula, ou seja, o utilizador vê a mensagem de encerramento no ecrã e depois este fica negro, como se desligado.

Mas o telemóvel continua a funcionar e o malware pode gravar sons e fazer chamadas, tirar fotografias e fazer outras tarefas, sem intervenção do utilizador, tornando o telemóvel num meio eficaz de espiar o seu dono.

O conselho da AVG: se se quiser certificar que o telemóvel está mesmo desligado, tire a bateria. A empresa não esclarece, no entanto, como encontrou este malware ou quantos aparelhos podem estar infetados.

Ler mais