Gaia, a sonda europeia mais complexa chega ao destino

A sonda espacial Gaia, o mais complexo telescópio construído na Europa, chegou ao chamado ponto "L2", a 1,5 milhões de quilómetros da Terra, de onde capturará imagens para cartografar a Via Láctea em três dimensões.

O engenho da Agência Espacial Europeia (ESA) está em viagem desde 19 de dezembro, quando foi lançado num foguetão russo Soyuz do Centro Espacial Europeu de Kuru, na Guiana Francesa.

A Gaia, que deverá permitir desenhar um mapa de mil milhões de estrelas, fez hoje uma "manobra crítica" para colocar-se num dos pontos de Lagrange, os lugares do sistema solar onde um objeto pode manter-se em órbita estacionária em relação à Terra e ao Sol, informou a ESA em comunicado.

A sonda ainda efetuará uma manobra de correção na próxima semana e nos próximos meses começará a enviar informação para a Terra para comprovar que todos os seus aparelhos funcionam corretamente.

Superada essa fase, a sonda começará a sua missão de cinco anos, na qual analisará até 70 vezes cada uma das mil milhões de estrelas, recolhendo informação sobre a sua posição, temperatura, luminosidade, composição e distância face à Terra.

No total, a Gaia analisará um por cento das estrelas da nossa galáxia e permitirá realizar um primeiro catálogo provisório dentro de dois anos, embora os cientistas tenham de esperar cerca de uma década para dispor de um atlas definitivo.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Ferreira Fernandes

A Europa, da gasolina lusa ao palhaço ucraniano

Estamos assim, perdidos algures entre as urnas eleitorais e o comando da televisão. As urnas estão mortas e o nosso comando não é nenhum. Mas, ao menos, em advogado de Maserati que conduz sindicalistas podíamos não ver matéria de gente rija como cornos. Matéria perigosa, sim. Em Portugal como mais a leste. Segue o relato longínquo para vermos perto.Ontem, defrontaram-se os dois candidatos a presidir a Ucrânia. Não é assunto irrelevante apesar de vivermos no outro extremo da Europa. Afinal, num canto ainda mais a leste daquele país há uma guerra civil meio instigada pelos russos - e hoje sabemos, como não sabíamos ainda há pouco, que as guerras de anteontem podem voltar.

Premium

Marisa Matias

Greta Thunberg

A Antonia estava em Estrasburgo e aproveitou para vir ao Parlamento assistir ao discurso da Greta Thunberg, que para ela é uma heroína. A menina de 7 ou 8 anos emocionou-se quando a Greta se emocionou e não descolou os olhos enquanto ela falava. Quando, no final do discurso, se passou à ronda dos grupos parlamentares, a Antonia perguntou se podia sair. Disse que tinha entendido tudo o que a Greta tinha dito, mas que lhe custava estar ali porque não percebia nada do que diziam as pessoas que estavam agora a falar. Poucos minutos antes de a Antonia ter pedido para sair, eu tinha comentado com a minha colega Jude, com quem a Antonia estava, que me envergonhava a forma como os grupos parlamentares estavam a dirigir-se a Greta.

Premium

Margarida Balseiro Lopes

O governo continua a enganar os professores

Nesta semana o Parlamento debateu as apreciações ao decreto-lei apresentado pelo governo, relativamente à contagem do tempo de carreira dos professores. Se não é novidade para este governo a contestação social, também não é o tema da contagem do tempo de carreira dos professores, que se tem vindo a tornar um dos mais flagrantes casos de incompetência política deste executivo, com o ministro Tiago Brandão Rodrigues à cabeça.