Energaia revela observatório inovador de sustentabilidade

A Energaia - Agência de Energia do Sul da Área Metropolitana do Porto, vai apresentar a 26 de junho em Bruxelas o seu Observatório de Sustentabilidade, uma ferramenta inovadora que permite monitorizar ao minuto os consumos dos equipamentos municipais.

"Este projeto, mesmo a nível europeu, é absolutamente inovador", afirmou à Lusa Luís Castanheira, diretor executivo da Energaia, que se encontra a desenvolver o Observatório de Sustentabilidade Sul da Área Metropolitana do Porto a ser apresentado no decorrer da Semana Europeia da Sustentabilidade Energética.

O observatório assenta numa plataforma acessível 'online' a agentes municipais que permite fazer a monitorização, em tempo real, dos consumos energéticos de vários equipamentos e promover a sua redução e otimização.

A primeira funcionalidade da plataforma já está "absolutamente finalizada" e possibilita a utilização e controlo dos dados de faturação de energia em "mais de cinco mil equipamentos" por mês, relativos aos seis municípios da agência (Vila Nova de Gaia, Santa Maria da Feira, Oliveira de Azeméis, Espinho, São João da Madeira e Vale de Cambra).

Reunidos e cruzados os "milhares" de dados pode saber-se, por exemplo, "quais as instalações de maior consumo, de maiores custos, onde estão as faturas de energia reativa que podiam ser eliminadas", e tudo num "ambiente web, totalmente georreferenciado", explicou o responsável da Energaia.

Desta primeira funcionalidade "foi possível corporizar poupanças de centenas de milhares de euros nos municípios, através da identificação de consumos que puderam ser ou eliminados ou racionalizados".

A segunda funcionalidade está a ser terminada e representa a "monitorização em tempo real dos equipamentos" -- no que diz respeito a consumos de energia elétrica, consumos de gás, temperaturas, entre outros parâmetros -- permitindo a "observação do que se está a passar" e até "algumas poupanças".

Esta segunda modalidade já está em funcionamento, mas ainda "só tem 12 instalações a serem monitorizadas", pelo que falta "afinar a plataforma no seu funcionamento para começar a expandir e para que os municípios percebam também as potencialidades", assinalou Luís Castanheira.

O desenvolvimento da plataforma foi feito pela Irradiare (empresa de serviços de eficiência energética) que ganhou o concurso lançado pela Energaia, quando, em 2011, deixou de ser uma empresa municipal e passou a ser regional.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Anselmo Borges

"Likai-vos" uns aos outros

Quem nunca assistiu, num restaurante, por exemplo, a esta cena de estátuas: o pai a dedar num smartphone, a mãe a dedar noutro smartphone e cada um dos filhos pequenos a fazer o mesmo, eventualmente até a mandar mensagens uns aos outros? É nisto que estamos... Por isso, fiquei muito contente quando, há dias, num jantar em casa de um casal amigo, reparei que, à mesa, está proibido o dedar, porque aí não há telemóvel; às refeições, os miúdos adolescentes falam e contam histórias e estórias, e desabafam, e os pais riem-se com eles, e vão dizendo o que pode ser sumamente útil para a vida de todos... Se há visitas de outros miúdos, são avisados... de que ali os telemóveis ficam à distância...