Interecycling com linha inovadora de separação de plásticos

A empresa de reciclagem inaugura amanhã a nova linha que permite separar de forma mais eficiente os plásticos de equipamentos elétricos e eletrónicos. Gastou 1,6 milhões de euros.

A Interecycling - empresa de reciclagem de resíduos de equipamento elétrico e eletrónico - investiu cerca de 1,6 milhões de euros para criar uma linha inovadora de separação de plásticos, que será inaugurada na terça-feira.

De acordo com fonte daquela empresa localizada no concelho de Tondela, a nova linha na divisão operacional "intpolymers" permite "fazer a separação mais eficiente dos plásticos que resultam do desmantelamento de equipamentos elétricos e eletrónicos".

"O plástico técnico de boa qualidade é separado e pode vir a ser aproveitado a 100 por cento para ser reutilizável", esclareceu.

A inauguração da nova linha na divisão operacional "intpolymers - dedicada à separação e recuperação de plásticos técnicos - está agendada para a manhã de terça-feira, estando prevista a presença do ministro do Ambiente, Ordenamento do Território e Energia, Moreira da Silva.

Com a entrada em funcionamento da nova linha, muito mecanizada, "deverão ser contratados entre 10 a 12 novos trabalhadores".

A fonte avançou ainda que cerca de 60 por cento do material produzido terá como destino as exportações, ficando o restante em mercado nacional.

Atualmente com 72 funcionários, a Interecycling foi fundada em 1999, sendo a primeira empresa de reciclagem de resíduos de equipamento elétrico e eletrónico (REEE) da Península Ibérica.

Esta unidade está preparada para reciclar nove das dez categorias de REEE, tornando Portugal autossuficiente no tratamento destes resíduos e minimizando os impactos ambientais do consumo de EEE.

Exclusivos