Identificados 30 nichos que podem ter ossadas de Cervantes

Investigadores que estão a procurar os restos mortais do escritor Miguel de Cervantes numa igreja em Madrid identificaram 30 nichos onde poderão estar as ossadas, usando um georadar e outra tecnologia.

Elementos da equipa de investigadores deram hoje a conhecer dados do projeto de investigação, que decorre no interior da igreja conventual das Trinitarias, no centro da capital espanhola, e se concentra agora em cinco zonas do templo que estão a ser analisadas.

Francisco Etxeberría, um dos forenses envolvidos no projeto, o especialista em georadar Luis Avial e o historiador Fernando de Prado apresentaram hoje um plano tridimensional da igreja, onde foi enterrado Miguel de Cervantes.

A igreja foi remodelada no final do século XVII, e apesar das certezas de que os restos do escritor espanhol ali se encontram, ninguém sabe o lugar exato onde estará a sua campa.

Os especialistas antecipam que os avanços já conseguidos permitirão terminar as investigações no decurso de 2014, dois anos antes dos 400 anos da morte do autor de D. Quixote.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG