Homer Simpson quase descobriu o bosão de Higgs dez anos antes dos cientistas do LHC

Num episódio emitido em 1998, Homer Simpson surge a escrever no quadro uma equação que prevê a massa da partícula descoberta no acelerador de partículas LHC há dois anos.

O patriarca da família Simpson quase fez uma "descoberta científica" em 1998. No episódio "The Wizard of Evergreen Terrace", Homer Simpson dá em inventor e, a dada altura, surge a escrever uma equação complicada. Um livro agora publicado revela o que está escrito no quadro. A resposta é surpreendente.

"Essa equação prevê a massa do bosão de Higgs", diz ao jornal britânico The Independent o físico e autor de livros de divulgação científica Simon Singh. "Se a resolver, conclui que a massa do bosão de Higgs é apenas um pouco maior do que aquela que na realidade é. É fantástico como Homer fez essa previsão 14 anos antes da descoberta".

Singh publicou agora o livro "The Simpsons and their mathematical Secrets" (Os Simpson e os seus segredos matemáticos) no qual desvenda algumas destas curiosidades.

"Os Simpson é o programa mais matemático da história da televisão em horário nobre", afirma. "Muitos dos argumentistas [da série] são matemáticos".

A existência do bosão de Higgs, partícula elementar da Natureza sem a qual as restantes não teriam massa, foi no ano passado confirmada em experiências realizadas no acelerador de partículas LHC do CERN, centro de estudos nucleares em Genebra. Esta descoberta valeu a Peter Higgs, o físico teórico que previu a sua existência, o Nobel da Física em 2013.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG