França perde meio milhão de bens arqueológicos/ano

França perde todos os anos mais de meio milhão de objetos arqueológicos porque há milhares de caçadores de tesouros a escavar com recurso a detetores de metais, alertou um grupo que combate esta prática crescente.

Jean-David Desforges, presidente da associação francesa 'Parem a Pilhagem de Património Arqueológico e Histórico', disse, numa conferência, que em causa estão objetos que vão desde a Gália antiga até artefactos nazis da II Guerra Mundial.

"Nos últimos anos, a venda ilegal destes objetos explodiu na Internet", apesar de a legislação em França estipular que o património enterrado é protegido.

A associação, apoiada pelo Ministério da Cultura de França, assinou acordos com o site de vendas eBay em França para alertar para objetos suspeitos que sejam colocados à venda, o que Desforges estima que aconteça cerca de 1.000 vezes por dia.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG