Duas novas espécies de formigas em Portugal

Com a identificação dos espécimes pela primeira vez em Moura, no Baixo Alentejo, elevam-se agora a 126 as espécies destes insetos documentadas no País

Foi uma descoberta acidental e por isso Cláudia da Silva Gonçalves, bolseira de investigação na Escola Superior Agrária (ESAB) do Instituto Politécnico de Beja (IPBeja), vê-a "como um acontecimento feliz". Com o seu trabalho, a jovem investigadora pretendia analisar o impacto, nas comunidades de insetos e aranhas, dos diferentes sistemas agrícolas (biológicos e não biológicos intensivos) utilizados nos olivais do Baixo Alentejo, e foi então que se deu a descoberta inesperada: a identificação pela primeira vez em Portugal de duas espécies de formigas.

As espécies, a Strongylognathus caeciliae e a Temnothorax tyndalei, que se sabia existirem em Espanha mas que nunca tinham sido documentadas por cá, foram encontradas numa zona de olival do concelho de Moura, chamada Póvoa de São Miguel. Com este registo, elevam-se agora a 126 as espécies de formigas existentes em Portugal.

Leia mais pormenores no e-paper do DN

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG