Cegonha-Branca eleita Ave do Ano 2014

A Sociedade Portuguesa para o Estudo das Aves (SPEA) anunciou hoje que elegeu a cegonha-branca, espécie protegida em expansão em Portugal, como Ave do Ano 2014, coincidindo com o quinto censo nacional, que se realiza na primavera.

O anterior censo, de 2004, contabilizou 7.684 ninhos de cegonha ocupados em Portugal, mais do dobro dos registados em 1994 (3.302 ninhos).

O censo da cegonha-branca realiza-se na Europa de dez em dez anos. Em Portugal, é feito pelo Instituto de Conservação da Natureza e das Florestas, em colaboração com outras entidades, nomeadamente a SPEA, que se propõe este ano desenvolver, em paralelo, atividades de divulgação nas escolas, apesar das dificuldades financeiras.

Para tal, está a procurar reunir apoios de empresas e do público, neste último caso através de uma campanha telefónica, cujo valor das chamadas reverterá para a associação.

A ideia, segundo Julieta Costa, coordenadora da SPEA para o projeto Linhas Elétricas e Avifauna, é realizar a contagem e as atividades pedagógicas sobre a cegonha-branca entre abril e junho, mas para as quais, disse, a organização partiu com "orçamento zero".

A bióloga referiu à agência Lusa que a população da cegonha-branca, ave migratória, está "em expansão" em Portugal, tendo o censo de 2004 registado exemplares na região do Minho, de onde tinham desaparecido em anos anteriores.

Em Portugal, a cegonha-branca é abundante nas regiões do Vale do Tejo e do Alentejo, sendo o seu aumento populacional justificado com a melhoria da sua alimentação.

De acordo com a SPEA, a sua dieta no território nacional inclui desperdícios alimentares que se encontram nos aterros sanitários, mas também grandes quantidades de lagostim-da-louisiana, "uma espécie invasora que causou grandes prejuízos nos arrozais", e gafanhotos, que destroem as culturas de cereais. Por isso, a cegonha-branca é "um auxiliar no controlo de pragas agrícolas".

A ave é considerada uma espécie migradora de longa distância, que passa, em geral, o inverno em África. Pode ser observada na primavera e no verão na Europa, onde nidifica - exceptuando na Escandinávia e nas Ilhas Britânicas - "próximo de rios, pauis, represas, arrozais e outras zonas agrícolas extensivas, como prados e pastagens, ou aglomerados rurais".

Em Portugal, não raras são as vezes em que se veem ninhos de cegonhas em torres elétricas ou de igrejas, e durante todo o ano - mistério que está por desvendar.

A campanha da Ave do Ano da SPEA realiza-se desde 2007 para, segundo a organização, "dar a conhecer melhor determinadas espécies e salientar os desafios que enfrentam na atualidade".

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG