Viveram juntas 115 anos mas já não se podem ver

Os tratadores do zoo de Klagenfurt, na Áustria, já tentarem de tudo, afrodisíacos, terapia de casal, mas Bibi e Poldi não conseguem resolver os seus problemas "conjugais".

Depois de 115 anos juntos, os dois exemplares de tartarugas gigantes de um zoo austríaco decidiram divorciar-se. Segundo o tabloide britânico Daily Mail, chega assim ao fim o casamento mais duradouro do mundo.

Bibi e Poldi chegaram a Klagenfurt há 36 anos, idos da Suíça. Mas os problemas entre os dois só agora parecem ter surgido. Os tratadores garantem que foi Bibi quem tomou a decisão de romper com o companheiro. "Tentámos de tudo (afrodisíacos, terapia de casal) para os ajudar a superar os problemas, mas já nem conseguem olhar um para o outro", explicou um dos tratadores ao Daily Mail.

Já Helga Happ, a diretora do zoo de Klagenfurt explica que é muito difícil dois animais com um tão longo tempo de convívio separarem-se. Mas Bibi e Poldi já não se suportam. E se dúvidas houvesse, basta ver a dentada que Bibi deu na carapaça do companheiro.

Ler mais

Exclusivos