Descobertos fósseis e pegadas de dinossauros

São mais de 100 pegadas, feitas pelo menos por 12 espécies diferentes de animais, descobertas com a construção de uma estrada a 400 quilómetros de Lima, capital do Perú.

Centenas de pegadas e vestígios fossilizados de vários animais pré-históricos, provavelmente dinossauros que viveram há cerca de 120 milhões de anos, foram descobertos na região de Ancash, no Perú.

O achado deu-se quando uma companhia de exploração mineira abria uma estrada na província de Huari, 400 quilómetros a norte de Lima, a capital do País.

Segundo o diário peruano El Comercio, os exames preliminares no local, que fica cerca de 4600 metros acima do nível do mar, revelaram mais de 100 pegadas feitas por pelo menos 12 espécies diferentes de animais, incluindo animais marinhos, o que revela que a zona já esteve coberta pelas águas do mar.

De acordo com os cálculos dos paleontólogos, estes vestígios devem remontar ao período Cretáceo Inferior, o que significa um recuo de 120 milhões de anos.  

Ler mais

Exclusivos

Premium

Saúde

Empresa de anestesista recebeu meio milhão de euros num ano

Há empresas (muitas vezes unipessoais) onde os anestesistas recebem o dobro do oferecido no Serviço Nacional de Saúde para prestarem serviços em hospitais públicos carenciados. Aquilo que a lei prevê como exceção funciona como regra em muitas unidades hospitalares. Ministério diz que médicos tarefeiros são recursos de "última instância" para "garantir a prestação de cuidados de saúde com qualidade a todos os portugueses".