Antártida chegou aos 93,2 graus abaixo de zero

Se acha que está frio em Portugal, tente visitar a Antártida para descobrir o que é frio a sério: cientistas anunciaram ontem que numa cordilheira do continente gelado foi registada a temperatura de 93,2 graus Celsius abaixo de zero.

O valor de 93,2 graus Celsius abaixo de zero foi registada a 10 de agosto de 2010, seguindo-se no passado dia 31 de julho deste ano o valor de 93 graus abaixo de zero. A descoberta foi feita através da análise detalhada dos mapas da temperatura registada à superfície a partir dos dados recolhidos pelo satélite Landsat 8, no âmbito de um projeto conjunto da NASA e do Serviço Geológicos dos Estados Unidos (USGS).

O anúncio da descoberta foi feita na reunião anual da União Geofísica Americana, que decorre até sexta-feira em Los Angeles, pelo professor Ted Scambos, do Centro Nacional da Neve e do Gelo, do Colorado, que notou terem sido estudados 32 anos de valores e dados até se encontrar o registo de -93,2 graus Celsius. Anteriormente, o valor mais baixo fora registado na estação russa de Vostok, também na Antártida oriental, em 1983, quando a temperatura se situou nos -67,8 graus Celsius.

O cientista nota que, com estas temperaturas, o dióxido carbono na atmosfera passa de gás a sólido. Qualquer ser humano que se aventurasse no exterior começaria a ver congelados, quase de imediato, os pulmões, nariz e olhos.

A baixa temperatura do local explica-se também pelo facto de se situar maior altituide do que o ponto onde está situada a estação russa.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG