A maior central solar vai nascer no deserto do Sara

Empresa tem projeto para construir maior central de energia solar do mundo no Norte de África e fornecer energia à Europa.

São 100 quilómetros quadrados de espelhos, uma área semelhante à da cidade de Lisboa, com capacidade para alimentar mais de dois milhões e meio de casas na Europa. Mas vai nascer no deserto da Sara, na Tunísia. É este o projeto do consórcio Tunur: construir a maior central de energia solar do mundo, para gerar eletricidade e alimentar a Europa.

O consórcio planeia completar o projeto até 2018, mas está à procura de financiamento do Governo britânico, e diz que já gastou 10 milhões de euros em investigação e a desenvolver o complexo no sul do país.

Os espelhos refletem a luz para 18 torres, que absorvem o calor e o utilizam para derreter o sal armazenado nas tubagens. Como o sal é capaz de reter o calor durante muito tempo, é utilizado para transformar água em vapor e alimentar as turbinas que geram eletricidade.

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG