Linha Verde do metro esteve interrompida outra vez devido a avaria em comboio

Linha esteve cortada na estação de Roma deste as 07:45 e só foi retomada na totalidade às 09:20.

A circulação na Linha Verde do Metropolitano de Lisboa, que esteve cortada devido a uma avaria num comboio na estação de Roma, foi retomada na totalidade às 09:20, disse à agência Lusa uma fonte da empresa.

A Linha Verde do metro de Lisboa esteve cortada na totalidade entre as 07:45 e as 08:32, altura em que passou a fazer-se a circulação entre Telheiras e Alvalade e entre o Areeiro e o Cais do Sodré.

"A circulação na Linha Verde esteve totalmente cortada até às 08:32 e, a partir dessa hora, passou a fazer-se entre Telheiras e Alvalade e entre o Areeiro e o Cais do Sodré. A composição avariada está imobilizada na estação de Roma", disse à Lusa fonte da empresa.

Ontem, segunda-feira, a Linha Verde do metro de Lisboa esteve interrompida no sentido Telheiras-Cais do Sodré devido a um incidente com um comboio, que provocou fumo intenso e cheiro a queimado, fazendo os passageiros abandonarem precipitadamente as composições. A causa foi "uma fuga de ar no pneumático dos travões de um dos (vários) rodados do comboio, que acionou o automatismo de segurança do sistema de travagem. Acionado o travão, a fricção causada pelo atrito do metal dos travões sobre as rodas (que imobilizou o comboio), gerou o fumo (sem chama) que invadiu o túnel", explicou fonte do metro.

Já no sábado, vários passageiros tiveram de andar pela plataforma junto à linha de metro devido a uma avaria numa composição junto à estação do Aeroporto.

Ler mais

Exclusivos