Explosão em Albufeira provoca um ferido grave e 12 desalojados

Explosão seguida de incêndio destrói dois apartamentos e afeta um terceiro. Um cidadão guineense foi levado para o Hospital de Faro e 12 pessoas vão ter de ser realojadas.

A explosão que ocorreu pelas sete da manhã desta sexta-feira em Albufeira provocou queimaduras graves a um cidadão guineense de 32 anos que foi transportado para o Hospital de Faro. Há 12 pessoas que vão ter de ser realojadas.

De acordo com as informações adiantadas ao DN pelo Comando Distrital de Operações de Socorro de Faro (CDOS) a explosão afetou dois apartamentos de um edifício de três pisos, situado na rua Movimento das Forças Armada, situado na Baixa de Albufeira, e o incêndio que se seguiu atingiu uma terceira habitação.

Também há prejuízos em prédios vizinhos cujos vidros foram atingidos por projeções da explosão.

Além do ferido, há 12 pessoas que estão a ser acompanhados pela proteção civil municipal, que tenta arranjar um local para ficarem pois habitavam no prédio atingido pela explosão que terá sido provocada por uma fuga de gás.

Segundo a fonte do CDOS de Faro, no local estiveram 14 veículos e 35 operacionais de corporações de bombeiros, GNR, INEM e Serviço Nacional de Proteção Civil. A Guarda e Polícia Judiciária estão a investigar o que provocou a explosão.

Ler mais

Exclusivos