Custa cinco euros o táxi coletivo para o Rock in Rio

Durante dois dias vai ser possível ir de táxi para o Rock in Rock e partilhar essa viagem com outra pessoa, pagando cada um cinco euros. É o transporte público flexível

Carlos Ferro
© Sara Matos / Global Imagens

Esta sexta-feira e sábado há um novo serviço de transporte coletivo em Lisboa: o táxi partilhado. Esta é uma experiência que está a ser feita pela Câmara Municipal de Lisboa, Carris e taxistas que permite ir (e sair) ao Rock in Rio de táxi pagando no máximo cinco euros.

A ideia é "criar uma nova forma de transporte coletivo em Lisboa. A novidade é que tem um preço fixo de cinco euros e a pessoa pode levar um acompanhante, que não pagará nada", explicou ao DN o vereador responsável pelo pelouro da mobilidade e segurança, Miguel Gaspar.

O projeto é simples: o utilizador acede à aplicação mytaxi e escolhe mytaximatchCarris, seleciona o pedido Match e coloca o endereço ou referência para onde quer ir (Rock in Rio ou Parque da Bela Vista). Esta opção permite ao dono da conta levar um acompanhante e ter a certeza, garante a autarquia, de que pagará cinco euros pelos dois passageiros, independentemente do local onde estiverem ou para onde forem no caso de o táxi ser pedido à saída do Rock in Rio.

Durante a viagem pode acontecer que o táxi - os carros que fazem parte deste projeto estão identificados com o dístico "TPF Rock in Rio Lisboa 2018" ou seja transporte público flexível - pare para entrar outro passageiro, com ou sem acompanhante, e que também pagará cinco euros. Ou seja, no máximo podem seguir quatro passageiros pagando no total dez euros.

"O objetivo deste projeto é aprender. Queremos explorar em que contexto pode fazer sentido o táxi coletivo. Estamos a testar que tipo de oferta podemos dar às pessoas", adiantou Miguel Gaspar, frisando está a ser estudada a possibilidade de continuar a testar este tipo de transporte público coletivo flexível - que está enquadrado no regime jurídico do serviço público de transporte de passageiros - por mais seis meses.

Este serviço está disponível das 12.00 desta sexta-feira (dia 29) até ás 06.00 de sábado (1 de julho) e abrange viagens com origem ou destino no recinto do festival e origem e destino em qualquer ponto do concelho de Lisboa.