Entre arraiais e marchas Lisboa faz a festa há quase um século

Pelo ar pairam o cheiro a sardinha e os versos de músicas populares. Os bairros mais típicos enchem-se de gente e a Avenida da Liberdade torna-se passarela de marchantes. Um modelo de festa que começou em 1932. Sabe como?

Exclusivos